Vale realiza evacuação caótica de mais de 200 pessoas em MG


Barragem Mina Mar Azul em Macacos (MG) possui cerca de 3 milhões de metros cúbicos de rejeitos de mineração / Reprodução | Google

Cerca de 200 pessoas foram evacuadas na noite deste sábado (16), em São Sebastião das Águas Claras, distrito conhecido como Macacos, na cidade de Nova Lima (MG), pelo risco de rompimento da barragem B3/B4, da Mina Mar Azul, da mineradora Vale. Os moradores, que foram levados para o centro comunitário da cidade, denunciaram que a evacuação foi "caótica". "Estamos sem informação nenhuma, sem saber se podemos voltar, sem previsão; os próprios funcionários da Vale que estão aqui não têm informações", disse o morador Hélio Martins, que foi evacuado e está em um hotel.


Hélio conta ainda que alguns moradores não chegaram a ser evacuados na noite de sábado: "Tem pessoas que ficaram em suas casas. Teve um morador que chegou hoje de manhã no hotel, ele foi para o centro ontem à noite; lá disseram pra ele voltar pra casa que uma van iria pegar ele; ficou esperando, e a van não apareceu". Segundo a Vale, a ação foi tomada após revisão de relatórios de análise da empresa que faz auditoria de segurança da barragem. O morador questiona a informação: "segundo eles, estão evacuando porque o engenheiro não quis assinar laudo, mas que engenheiro faria um laudo sábado à noite?".


Tatiana Silva Mota, moradora de Macacos e integrante do Movimento de Atingidos por Barragens (MAB), afirmou que após o anúncio feito pela Vale, às 19h30, sobre a evacuação, os moradores não sabiam o que deveriam fazer: " A Vale nunca apresentou um plano de emergência pra gente, foi solicitado diversas vezes, muito antes inclusive de Brumadinho; um dos lugares que um dos moradores informou pra gente ir é na associação de moradores, e aqui tem um plano de emergência impresso que nunca foi apresentado pra gente". A barragem possui cerca de 3 milhões de metros cúbicos de rejeitos de mineração, e foi construída pelo método de alteamento a montante, a forma mais barata de construção desse tipo de barragens e a menos segura. Trata-se do mesmo método utilizado na barragem de Brumadinho.

Fonte: www.brasildefato.com.br

3 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN