top of page

Seapac participou de intercâmbio junto ao comitê do Prodeter na região do Trairí

Encontro promovido pela Coopercacho propiciou conhecer experiências camponesas em Jaçaña (RN) e Cuité (PB)


Visita do Seapac a sede da Coopercacho em Jaçaña (Foto: Caio Barbosa/SEAPAC)

CAIO BARBOSA | ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO - SEAPAC

Jaçaña | Rio Grande do Norte


Na semana passada, o Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários - Seapac participou do intercâmbio proporcionado pela Cooperativa Agropecuária Cacho de Ouro - Coopercacho que possibilitou conhecer as experiências camponesas da região de Jaçanã (RN) e Cuité (PB), além da sede e do parque industrial da cooperativa. Esse intercâmbio é uma interlocução do comitê gestor do Programa de Desenvolvimento Territorial do Trairí (PRODETER)* na região de Santa Cruz e contou com a participação do Seapac juntamente com as Secretarias de Agricultura dos municípios de Jaçanã e Coronel Ezequiel, além de representantes do Banco do Nordeste, que fomenta o Prodeter na região.


O encontro aconteceu inicialmente nas instalações do complexo da Coopercacho em Jaçanã, o presidente Expedito Alexandre, apresentou o histórico do trabalho desenvolvido pela cooperativa e também levou os participantes para conhecer a Agroindústria de Polpas Trairí, responsável pela manufatura das frutas e comercialização dos produtos na região. Durante a visita foi apresentado o trabalho de comercialização das polpas e como esse projeto da cooperativa tem ajudado no desenvolvimento local.


Damião José do Seapac em visita a Agroindústria de Polpas Trairí. (Foto: Caio Barbosa/SEAPAC)

Em seguida, foi visitada a propriedade da família do Diogo Jeremias e Izaura Iduíno, o Sítio Flores, que produz café arábica agroecológico na zona rural da Serra de Jaçaña. A família recebeu todos os participantes do intercâmbio com um delicioso café colonial, antes de levar para uma visita guiada pela propriedade. Durante o encontro, houve a visita ao cafezal - que tem as variedades do catuaí vermelho e amarelo - e também na área de torrefação e moagem do Café Jaçaña, que é produzido com técnicas agroecológicas, garantido um produto sem veneno. “Hoje quando a gente olha as mudas florindo, é uma esperança que enche o coração, passamos muitas dificuldades no começo até chegar na produção atual” comenta Diogo, emocionado, ao mostrar seus novos pés de cafés plantados para próxima colheita.


Visita na área de produção do Café Jaçaña. (Foto: Caio Barbosa/SEAPAC)

Após a visita ao cafezal em Jaçaña, o intercâmbio partiu para as terras paraibanas de Cuité, onde foi possível conhecer a propriedade de José Filho, mais um cooperado da Coopercacho, que atualmente vem participando do arranjo produtivo de galinhas caipiras, fomentado pela ação do Prodeter, que visa estimular na região a participação dos agricultores na produção de avicultura. Zé Filho com sua família mostraram o quintal produtivo da propriedade com uma imensa diversidade de frutas, além do galinheiro, no qual ele explicou sobre a criação das galinhas caipiras.


Sistema de avicultura em Cuité (PB). (Foto: Caio Barbosa/SEAPAC)

A equipe do Seapac esteve nesse processo, fruto da articulação inicial junto ao Prodeter na região do Trairi. Segundo Damião Santos do Seapac foi um momento importante para consolidar essa articulação e também para conhecer as experiências locais que possibilitam uma esperança para as famílias camponesas, seguirem no campo e sonhando com um futuro melhor, “essa visita foi importante para que possamos conhecer mais sobre a história, a luta e persistência dessas famílias do semiárido que a todo custo lutam para construir uma vida no campo com dignidade” destacou Damião após o intercâmbio.


*O Programa de Desenvolvimento Territorial - PRODETER: incorpora um conjunto de estratégias com objetivo de potencializar a competitividade das atividades produtivas regionais e a integração das políticas públicas necessárias ao desenvolvimento local e territorial. O programa conta com o envolvimento do quadro gestor e o quadro técnico do Banco do Nordeste, aproveitando toda experiência acumulada com iniciativas de desenvolvimento local.


Fotos: Caio Barbosa/SEAPAC

34 visualizações0 comentário
bottom of page