Seapac faz Assembleia, aprova contas, reelege diretoria e apresenta Plano Operacional


Momento de instalação da Assembleia, sob a presidência de Dom Jaime (Foto: José Bezerra)

O Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários SEAPAC) realizou Assembleia Geral Ordinária, nesta última quinta-feira, 25 de abril, no Centro de Treinamento de Ponta Negra João Paulo II, com presença de 33 participantes, incluindo associados, convidados e equipe técnica. Dentre os participantes, estavam o Arcebispo Metropolitano de Natal e presidente do Conselho Diretor do Seapac, Dom Jaime Vieira Rocha; Dom Mariano Manzana, Bispo de Mossoró; Dom Antônio Carlos Cruz Santos, Bispo de Caicó; Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena, bispo de Nazaré, Pernambuco; os arcebispos eméritos de Natal, Dom Heitor de Araújo Sales e Dom Matias Patrício de Macedo; e os Padres Pe. Flávio Augusto Forte Melo, da Diocese de Mossoró, e Ivanoff Pereira, da Diocese de Caicó.



Acolhimento aos participantes, com oração (Foto: José Bezerra)

O primeiro assunto da Assembleia foi a eleição da Diretoria do Seapac, para o mandato de 03 de maio de 2019 a 02 de maio de 2023, sendo toda ela reeleita. Dom Jaime Vieira Rocha permanece Presidente do Conselho Diretor; Ana Aline de Morais, diretora suplente; Francisco Canindé dos Santos, Diretor Secretário; demais membros do Conselho Diretor: Dom Antônio Carlos Cruz Santos, Cacilda Cunha de Medeiros, Dom Heitor de Araújo Sales, Dom Mariano Manzana, Dom Matias Patrício de Macêdo e Vital Bezerra de Oliveira. O Conselho Fiscal reeleito é formado por três titulares – Adelmo Santos de Lima, Marlúzia Maria Pessoa e Luzimar Gomes da Silva Shin – e três suplentes – Sebastião Arnóbio de Morais, Edmar Teixeira Diniz Filho e Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena. O Diác. Francisco das Chagas Teixeira de Araújo foi reeleito como Articulador Estadual; e o leigo Jânio César Brasil Dias reeleito como Gerente de Finanças e Controle.



Agrônomo Fabrício apresentando o relatório de atividades (Foto: José Bezerra)

Após a eleição e posse, seguiu-se a pauta, com a apresentação do relatório de atividades do projeto trienal que terminou neste ano, destacando as três linhas de ações – Convivência com o Semiárido, Intervenção Direta em Políticas Públicas e Defesa de Direitos, Fortalecimento de organizações e fóruns da Sociedade Civil e Desenvolvimento Institucional. Esta apresentação foi feita pelo Agrônomo Fabrício Edino, do Núcleo do Seapac de Pau dos Ferros, região do Alto Oeste Potiguar. Ele incluiu no relatório um depoimento do agricultor Pedro Giliard, da comunidade Catolé, de Lajes Pintadas, dentro da linha de convivência com o Semiárido: “Para ter água para produção e os animais é preciso poupar muito. Deveria ter outras fontes de água. Tem os carros-pipa para abastecer as cisternas para consumo humano e a água das chuvas. Só no começo desse ano (2019) já choveu 112mm na comunidade. Se tivesse mais tecnologias sociais não faltava água para todos os usos, na comunidade”, disse o agricultor.


Além do relatório, também foi feita a apresentação da parte contábil, expondo as fontes de recursos e respectiva utilização, na execução dos trabalhos realizados dentro das linhas de ações do Projeto Trienal. A prestação de contas foi aprovada por unanimidade, após o parecer favorável do Conselho Fiscal.



Jânio Brasil, apresentando o POA (Foto: José Bezerra)

Também foi apresentado à Assembleia o Plano Operacional Anual (POA), a cargo do Gerente de Finanças e Controle, Jânio César, a partir das quatro linhas de ações do novo projeto trienal, que começa a ser executado neste ano: Linha 1 – Mudanças Climáticas e Agroecologia; Linha 2 – Cidadania e Defesa de Direitos Sociais Básicos; Linha 3 – Incidência Política do Seapac na Sociedade e no Estado do Rio Grande do Norte; e Linha 4 – Sustentabilidade Institucional.

Após a apresentação do POA, foi facultada a palavras, e dela fizeram uso vários dos participantes, seja para comentar sobre o trabalho, tirar dúvidas e sobre as perspectivas para o primeiro ano do Projeto Trienal. O Coordenador Estadual, Diác. Francisco Teixeira, esclareceu as dúvidas e falou sobre o Projeto de Reuso de Águas Cinzas, que o Seapac desenvolveu em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, e que agora vai ser replicado em outras comunidades. Ele afirmou que o Seapac já assegurou recursos para os projetos de reuso de águas cinzas junto a três fontes: BNB, MISEREOR e Conferência Episcopal Italiana (CEI).

0 visualização
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN