Seapac debate “educação e agroecologia” com sociedade de São Miguel


Agrônomo Fabrício Edino, durante o encontro (Foto cedida)

Melhorar o nível de conscientização das comunidades quanto à necessidade de preservação dos recursos naturais, meio ambiente e produção de alimentos saudáveis, como a prática da agroecologia, também é dever de toda organização da sociedade civil. O Seapac, como uma dessas organizações, trabalha com a visão de “tornar-se excelência em formação política, articulação e gestão de organizações da sociedade civil, visando ao fomento, acesso e controle de políticas públicas socioambientais”.

O cuidado com a Casa Comum de todas as pessoas (Foto cedida)

Neste sentido, hoje, 22 de maio, o Núcleo do Seapac em Pau dos Ferros, região do Alto Oeste do Rio Grande do Norte, contribuiu na construção dessa consciência, envolvendo-se numa atividade da comunidade de São Miguel, município no qual atua. O Agrônomo Fabrício Edino, do Núcleo de Pau dos Ferros, participou de um encontro que debateu temas como cultura, educação e agroecologia. O tema “Nossa Casa Comum”, abordado pelo Papa Francisco na Encíclica Laudato Si, entrou no debate. “Participaram professores, estudantes, o prefeito da cidade e secretários”, relata Fabrício.

29 visualizações0 comentário