Reunião avalia quadro epidemiológico da covid-19 na comunidade Barra de Santana e seu entorno

Reunião presencial com a presença dos pescadores, na comunidade Barra de Santana. (Foto cedida).

No dia 15 de maio, aconteceu uma reunião, de maneira virtual, mediada pelo Juiz Bezerra Costa Uchôa, com a presença de representantes do estado, municipais, movimento, e outras instituições, inclusive o Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários (Seapac), nas pessoas dos colaboradores, Jailma Oliveira e Procópio Lucena. O objetivo foi avaliar a situação epidemiológica da covid-19 na comunidade Barra de Santana, no complexo barragem Oiticica e seu entorno.

Na reunião o cenário epidemiológico do COVID-19 foi apresentado pela Vigilância Epidemiológica e Atenção Primária à Saúde do município Jucurutu, onde, até o momento do encontro, não existia nenhum caso positivado identificado na área de abrangência da UBS de Barra de Santana. Por isso, os membros presentes decidiram flexibilizar, mas não relaxar, algumas das medidas rígidas de isolamento social.

Uma dessas medidas consensualmente flexibilizada foi o retorno da pesca para pescadores nativos do entorno da barragem de oiticica em construção, na localização da cota 88, braço secundário do rio piranhas. Algumas regras foram decididas para esse retorno, tais como: aglomerações, uso de bebidas alcoólicas, tratamento do peixe dentro do rio e a céu aberto, cozimentos de alimentos de quaisquer natureza e produção de lixos naquele local. A efetividade dessa medida de flexibilização ficou sob responsabilidade da assessoria do movimento dos atingidos e atingidas pela construção da barragem de oiticica, na pessoas de Procópio, realizaria uma reunião com os pescadores para tratar deste processo de retorno a pesca de forma planejada.

Essa medida começou a entrar em vigor na última quarta-feira, dia 19, às 10h, em reunião presencial, no próprio local de pesca, com a presença dos pescadores, colônia de pesca Z-21, representação da câmara municipal e o movimento/assessoria. Todos os presentes estavam utilizando máscaras e seguindo as demais recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).


6 visualizações0 comentário