Queimadas são 'momento decisivo' para Amazônia


Especialistas percebem urgência em fim de queimadas. (Victor Moriyama/Greenpeace/AFP)

Os incêndios que assolam a Amazônia representam um "momento decisivo" para sua sobrevivência, afirmou nesta quarta-feira (28) o diretor-executivo da Organização Internacional de Madeiras Tropicais (ITTO), o alemão Gerhard Dieterle. Há uma "grande urgência", declarou Gerhard Dieterle, que participa da Conferência Internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento da África (TICAD). "Muitos especialistas temem que se trate de um momento decisivo" para a maior floresta tropical do mundo, disse ele, referindo-se aos milhares de incêndios registrados.


Alguns incêndios são provocados por causas naturais, mas a maioria é causada por agricultores para terem mais terras agrícolas, apontou Dieterle. "Se as densas florestas tropicais pegarem fogo, levará muitos anos" para regenerá-las, acrescentou. "Isso vai alterar o clima" em nível regional e influenciar o clima em nível global, advertiu ele. No que diz respeito à ajuda de 20 milhões de euros aprovada pelos países industrializados do G7, Dieterle ressaltou que serão necessários muito mais fundos.


Essa ajuda "é um começo, mas muito mais será necessário", apontou. "Eu acho que o mundo está disposto a fornecer mais meios", se o Brasil solicitar, incentivou ele. Em seu discurso no TICAD, Dieterle lembrou que o desmatamento e a degradação florestal se desenvolveram em "um ritmo alarmante em muitos países africanos". No final do século, a África terá 4,4 bilhões de habitantes contra 1,2 bilhão atualmente, lembrou. "Temos que nos concentrar mais no papel e no uso de florestas produtoras antes que seja tarde demais", insistiu.

Fonte: AFP / www.domtotal.com

2 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN