Os recursos naturais do planeta se esgotam cada vez mais cedo

No dia 1º de agosto foi declarado o Dia da Sobrecarga da Terra de 2018, por constatar-se o esgotamento da capacidade do planeta se recuperar da exploração de seus recursos naturais pelas ações humanas. Em 2000, o dia caiu em 5 de outubro


Se a humanidade não rever hábitos e costumes, logo estaremos consumindo um planeta e meio por ano para satisfazer necessidades nem sempre básicas (Foto: Governo da Bahia/Reprodução)

São Paulo – Todo o estoque de recursos naturais disponível para satisfazer as exigências humanas para este ano estão esgotados desde a quarta-feira, 1º de agosto. A data marca o Dia da Sobrecarga da Terra de 2018. Daqui em diante “estamos 'entrando no cheque especial' e, daqui a pouco, a natureza cobra”, adverte o professor do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-graduação em Ciência Ambiental da Universidade de São Paulo (USP), Wagner Ribeiro. O especialista analisou a saturação da demanda por recursos naturais em sua coluna na Rádio Brasil Atual.


O conceito de Sobrecarga da Terra (Overshoot Day, em inglês) foi originalmente desenvolvido pelo instituto independente britânico de pesquisas New Economics Foundation, uma organização parceira da GLobal Footprint Network. Na prática, o esgotamento do conjunto de condições naturais que permitem a sobrevivência e o consumo humanos ocorre, segundo Ribeiro, em decorrência da incapacidade da Terra de regenerar, até o final de cada ano, sua capacidade de renovar o fornecimento de elementos fundamentais para a manutenção da vida como a conhecemos.


Isso equivale a dizer que, em 2018, em um total de 212 dias, a humanidade comprometeu toda a reciclagem da água, do ar, da manutenção das temperaturas médias do planeta, da capacidade de reposição do estoque de pesca, entre outros. “O que temos observado já há algum tempo é que infelizmente esse volume (de recursos) é cíclico, então ele tem uma capacidade (de renovação) calculada anualmente, e nós estamos antecipando e usando esses serviços da natureza cada vez mais cedo”, alerta o docente.

Fonte: www.redebrasilatual.com.br

21 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN