Os 7 principais fatos revelados pelo Censo Agropecuário brasileiro

Fonte: https://www.letrasambientais.com.br/


Imagem vencedora do Prêmio Fotográfico Censo Agro 2017. (Foto: Arlan Soares)

O Brasil possui mais de 5 milhões de estabelecimentos rurais. Foi o que mostrou o novo Censo Agropecuário brasileiro, cujos resultados definitivos foram divulgados no último mês de outubro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa fez uma radiografia da zona rural brasileira, com dados relativos ao período de 1º de outubro de 2016 a 30 de setembro de 2017. O Censo Agropecuário vem sendo realizado a cada dez anos. As últimas informações disponíveis remontavam a 2006.


Foram visitados, para o último levantamento, um total de 7,5 milhões de endereços, num trajeto dos recenseadores que somou 5,5 milhões de quilômetros de extensão. A coleta de dados ocorreu no período de 1º de outubro de 2017 a 28 de fevereiro de 2018. Os estabelecimentos agropecuários ocupam cerca de 41% da área total do País. Em relação ao levantamento anterior, feito em 2006, houve um aumento de quase 6% na área ocupada, apesar da redução de cerca de 102 mil unidades rurais. Neste post, selecionamos os 7 principais fatos revelados pelo Censo Agropecuário 2017 sobre a atual realidade desse setor econômico no Brasil.


1) Mais mulheres comandam estabelecimentos agropecuários

A participação de mulheres na direção de estabelecimentos agropecuários aumentou, no período de 2006 a 2017. De acordo com o novo Censo, são 946 mil mulheres que trabalham em atividades agropecuárias. O número representa 19% do total de 5 milhões de produtores rurais, superando os 13% registrados em 2006.

2) Mecanização reduz postos de trabalho no setor agropecuário

Nos últimos 11 anos, a mecanização influenciou na diminuição da mão de obra no setor agropecuário. De acordo com o novo Censo Agropecuário, durante o período 2006-2017 o setor perdeu cerca de 1,5 milhão de trabalhadores.


Agricultura familiar (Foto: www.letrasambientais.com.br)

3) Agricultura familiar continua com papel de destaque no Brasil

Dados do Censo Agropecuário 2017 apontam uma redução de 9,5% no número de estabelecimentos rurais ligados à agricultura familiar, em relação ao último Censo, de 2006. O segmento da agricultura familiar também foi o único a perder mão de obra, estimada em um contingente de 2,2 milhões de trabalhadores.

4) Cresce uso de agrotóxicos na produção de alimentos

Nos últimos 11 anos, o número de estabelecimentos que admitiram usar agrotóxicos aumentou mais de 20%.

5) Produtores envelhecem e não há sucessão nas atividades rurais

Houve envelhecimento da população rural. O percentual de produtores com mais de 65 anos aumentou de 18% para 23%, nos últimos 11 anos. Já o de produtores com idades entre 25 e 35 anos caiu de 14% para 10%.

6) População branca predomina na direção de grandes estabelecimentos agrícolas

Pela primeira vez, o Censo Agropecuário investigou a cor ou raça dos mais de 5 milhões de produtores agrícolas do País. Em 2017, um total de 53% deles eram negros ou pardos, enquanto 45% eram brancos. Apesar desse percentual, a disparidade é enorme na distribuição da área dos estabelecimentos agropecuários.

7) Pecuária predomina como atividade econômica nos estabelecimentos rurais

Os 5 milhões de estabelecimentos rurais agropecuários correspondem a mais de 351 milhões de hectares. Em relação ao uso da terra, entre 2006 e 2017, observou-se que 29% da área total dos estabelecimentos agropecuários é formada por matas e florestas, enquanto 18% é dedicada a lavouras.

O uso da terra predominante é de pastagens, que abrange 45% da área total dos estabelecimentos.

Matéria completa: https://www.letrasambientais.com.br/posts/os-7-principais-fatos-revelados-pelo-censo-agropecuario-brasileiro

5 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN