Operação Webcida apura comércio ilegal de agrotóxicos pela internet


Para burlar a fiscalização, os comerciantes adulteravam notas fiscais e declarações de conteúdo (Pixabay)

Uma operação chamada Webcida, desencadeada em Curitiba, apura o comércio ilegal de agrotóxicos pela internet. A ação é realizada pelos órgãos que atuam na fiscalização do uso de agrotóxicos e de crimes ambientais, apoiados pelos Ministérios Públicos do Paraná e do Rio Grande do Sul, com a participação de auditores fiscais federais agropecuários.


A operação ocorre após denúncia recebida sobre a oferta desses produtos em sites de grandes redes de varejo e outras plataformas de vendas on line. A operação teve início na segunda-feira da semana passada (23), mas só agora os dados puderam ser divulgados, informa em comunicado o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical).

As ações comprovaram que qualquer pessoa com acesso aos sites investigados poderia comprar e receber os agrotóxicos pelos Correios, incluindo produtos com restrições de uso impostas pela Anvisa, como os que têm a substância Paraquat.


Para burlar a fiscalização, os comerciantes adulteravam notas fiscais e declarações de conteúdo, identificando o agrotóxico enviado pelos Correios como detergentes para carros, fertilizantes, adjuvantes, e alteravam ainda seus valores e quantidades.

Fonte: www.domtotal.com

2 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN