O Papa afirma que o Sínodo da Amazônia é “filho da Laudato Si”


Papa Francisco, em viagem apostólica (Foto: www.vaticannews.va)

O Papa Francisco concedeu uma entrevista a um jornal italiano, na qual fala sobre vários assuntos. A entrevista, concedida a Domenico Agasso, especialista em assuntos do Vaticano, do jornal diário "La Stampa" e coordenador do "Vatican Insider", parte da situação atual da União Europeia e trata de temas como imigração, mudança climática e o próximo Sínodo sobre a Amazônia. O Papa Francisco afirma que a Europa deve ser salva porque é um patrimônio que "não pode nem deve se dissolver". O diálogo e a escuta "a partir da própria identidade" e dos valores humanos e cristãos são o antídoto contra soberanismos e populismos e o motor para "um processo de relançamento", "que vá em frente sem interrupções".


A esperança é que a Europa volte a ser a do "sonho dos pais fundadores". Uma visão concretizada pela implementação dessa unidade histórica e cultural, além de geográfica, que caracteriza o Velho Continente. O Papa explica que embora tenha havido "problemas de administração e divergências internas", a nomeação de, Ursula von der Leyen, como chefe da Comissão Europeia, "pode ser adequada para reavivar a força dos pais fundadores", porque "as mulheres têm a capacidade de aproximar e de unir".


Francisco também falou sobre o Sínodo. “O Sínodo sobre a Amazônia será uma resposta à emergência ambiental planetária, mas nasce da Igreja e terá uma dimensão evangelizadora”, afirmou. O Papa ressalta que o Sínodo sobre a Amazônia é filho da Laudato Si’, acrescentando que quem não a leu jamais entenderá o Sínodo sobre a Amazônia. Francisco reitera: não é uma encíclica verde, mas uma encíclica social baseada no cuidado da Criação. Ao mesmo tempo é um “Sínodo urgente”. Francisco se diz chocado com o fato de que em 29 de julho o homem já tenha consumido todos os recursos regeneráveis para o ano em andamento. Isso, junto ao derretimento das geleiras, ao risco de aumento do nível dos oceanos, do incremento do lixo plástico no mar, do desmatamento e de outras situações críticas, faz com que o planeta viva numa “situação de emergência mundial”.


O Sínodo, adverte o Papa, “não é uma reunião de cientistas ou de políticos. Não é um parlamento: é outra coisa. Nasce da Igreja e terá missão e dimensão evangelizadora. Será um trabalho de comunhão conduzido pelo Espírito Santo”. Os temas importantes dizem respeito aos “ministérios da evangelização e aos vários modos de evangelizar”, explica Francisco. Para o Papa, a Amazônia é decisiva para o futuro do planeta.

Matéria completa: https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2019-08/francisco-o-sinodo-filho-da-laudao-si.html

15 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN