MST doa 3 mil toneladas de alimentos aos mais vulneráveis durante a pandemia


(Foto: divulgação/MST)


Desde o início da pandemia, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), têm fornecido alimentos aos mais prejudicados com a crise em todo o Brasil. Já foram registrados mais de 3 mil toneladas de produtos, frutos da agricultura do movimento. Entre as doações realizadas também estão brinquedos e móveis, que beneficiaram diversas famílias que vivem à margem da sociedade.


Os dirigentes do MST, enfatizam que a ação não é resultado de um excedente na produção, tampouco um gesto de caridade, mas sim um ato político de expressão de solidariedade aos mais vulneráveis nesta crise. Um exemplo de como a articulação é realizada, em Minas Gerais (MG), a plataforma Periferia Viva, é responsável por cadastrar os moradores nos bairros e associações comunitárias e, também, pela distribuição do alimento, seguindo sempre as orientações do Ministério da Saúde em relação ao distanciamento e uso de máscaras.


Segundo o dirigente estadual do MST/RS, Geronimo da Silva, os alimentos "vêm direto dos nossos assentamentos, que produzem mandioca, batata, mel, banha, carne, leite e vários outros produtos. Em segundo lugar, vêm das nossas cooperativas que fazem doações de produtos já industrializados, como arroz, mel, leite em pó, sucos e assim por diante”.



Fonte: Sul 21

6 visualizações0 comentário