Miséria em zonas rurais da América Latina atinge 40 milhões de pessoas


A fome aumentou 6% na América Latina em 2016, o primeiro recuo em uma década, como consequência da desaceleração das economias da região, alertou a FAO. (FAO/AFP)

A luta contra a extrema pobreza que coloca em risco a vida de cerca de 40 milhões de latino-americanos é o objetivo da nova estratégia da Organização da ONU para Alimentação e Agricultura (FAO), lançada na última terça-feira, 23 de abril, em Santiago. Colômbia, Guatemala, Honduras, El Salvador e República Dominicana são as cinco áreas prioritárias da primeira etapa da estratégia "100 Territórios Livres da Pobreza e da Fome", que levará a FAO a trabalhar com os governos locais para gerar soluções adaptadas a cada território.


Essas áreas são "territórios muitas vezes invisíveis e às vezes territórios para os quais estamos adotando soluções erradas", razão pela qual a FAO decidiu "colocar os holofotes lá", disse Julio Berdegué, representante regional da organização, com sede em Roma. Tomar conta dessas localidades defasadas é necessário "não apenas pela razão ética de que essas pessoas, crianças, vivam uma vida melhor, mas porque são uma fonte de enormes conflitos, de enormes tensões para os países como um todo", acrescentou.


Depois de anos de boas notícias e grande progresso na luta contra a pobreza, a região está "andando para trás" com o aumento das taxas de extrema pobreza global e com quase metade dos habitantes das áreas rurais da América Latina imersos na pobreza, adverte a organização. Para reverter essa deterioração foram identificados cerca de 2.000 municípios em 14 países, com mais de 40 milhões de pessoas vivendo em extrema pobreza e com insegurança alimentar.

Fonte: AFP / www.domtotal.com

0 visualização
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN