Livro de pesquisador seridoense fala da Faveleira na Recuperação Ecológica do Semiárido

Acesse e baixe gratuitamente o livro do professor e doutor Josimar A. de Medeiros que apresenta estudos sobre a importância dessa vegetação na recuperação ambiental



CAIO BARBOSA | ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO - SEAPAC

Natal | Rio Grande do Norte

Um dos principais núcleos de desertificação do semiárido é a região do Seridó no Rio Grande do Norte. O desequilíbrio ambiental na região está associado ao extrativismo e à agricultura praticada com técnicas agrícolas muito rudimentares. Esse fator influencia negativamente não apenas nas questões ambientais, mas também no contexto socioeconômico local.


A faveleira (C. quercifolius) é uma espécie de planta chave na comunidade florística da caatinga do Seridó, sendo uma espécie endêmica desse bioma e com isso capaz de contribuir diretamente no processo de reflorestamento.


As questões relacionadas a Restauração Ecológica (RE) do semiárido desde a natureza até suas relações socioeconômicas fazem parte da obra escrita pelo professor Josimar A. de Medeiros, pós-doutor em geografia com doutorado na área de Desenvolvimento e Meio Ambiente. Em seus estudos realizados entre 1999 e 2022 ele apresenta informações e diagnósticos importantes que ressaltam o papel fundamental da faveleira no processo de Restauração Ecológica do Semiárido no Brasil, em especial na região do Seridó norteriograndense.


O professor Josimar Medeiros é natural de Jardim do Seridó (RN) e atua há mais de 36 anos no magistério, sendo professor de Escola Estadual e da Faculdade Católica Santa Teresinha (FCST). É autor dos livros: Barragens subterrâneas: base desustentação do homem rural seridoense; Convivendo com a seca & combatendo a desertificação: novos olhares; e Coautor do livro São José do Seridó/RN: 100 anos entre outros.


Acesse o livro completo no site do SEAPAC e baixe gratuitamente: clique aqui


5 visualizações0 comentário