Governo libera mais 31 agrotóxicos


De acordo com pesquisadora, escalada de aprovações tem sido acompanhada pela União Europeia (Arquivo EBC)

Como tem sido rotineiro no governo Bolsonaro, mais 31 agrotóxicos foram aprovados, como formalizou na última terça-feira (21) o Ministério da Agricultura, ampliando para 197 o número de produtos autorizados apenas nos primeiros cinco meses deste ano. Embora o Pacote do Veneno, em tramitação no Legislativo, ainda não tenha sido votado, o incentivo maior ao uso de agrotóxicos é uma realidade, como avalia a pesquisadora do departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (USP), Larissa Mies Bombardi. “O governo Bolsonaro está fazendo ele acontecer na prática”, alerta, em entrevista à jornalista Marilu Cabanãs, da Rádio Brasil Atual.


Autora do Atlas de Geografia do Uso de Agrotóxicos no Brasil e Conexões com a União Europeia, Larissa afirma estar em curso no Brasil um projeto que elimina a histórica batalha entre o uso de agrotóxicos na agricultura e a agroecologia. “É o Ministério da Agricultura que tem dado a palavra final, e a gente tem visto essa escalada gigante de aprovações de novos produtos comerciais” lamenta.


A pesquisadora, que acaba de retornar do lançamento de seu atlas na Alemanha, confirma que o aumento constante na aprovação dessas substâncias tem sido acompanhado com preocupação por ativistas e pesquisadores da União Europeia, que analisam o estabelecimento de padrões internacionais para autorização de agrotóxicos”. O público europeu está sensível a essa discussão que se dá em termos da ética e da solidariedade, e também acho que eles estão preocupados com os alimentos que eles estão consumindo”, avalia Larissa.

Fonte: www.redebrasilatual.com.br

4 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN