Estudantes de nutrição da Facisa/UFRN realizaram intercâmbio junto ao Seapac em Serra Verde (RN)

Atualizado: há 7 dias

A parceria entre as instituições ofertou aos estudantes de nutrição a possibilidade de conhecer e vivenciar as experiências produtivas das famílias camponesas da região.


Dona Tica recebeu os estudantes da Facisa no seu quintal produtivo, que utiliza a tecnologia social do P1+2. (FOTO: Caio Barbosa/Seapac)

CAIO BARBOSA | ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO - SEAPAC

Serra Verde | Rio Grande do Norte


Na semana passada, aproximadamente 30 estudantes do curso de nutrição da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (UFRN-FACISA) realizaram intercâmbio comunitário junto às famílias da região de Serra Verde (RN). Essa atividade foi organizada pela professora Lígia Garcia, e contou com apoio e a participação da equipe do Seapac, que ajudou durante as visitas realizadas nas casas do “professor Nino” e da “dona Tica” (como são conhecidos na região).


Os estudantes durante as visitas tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre os sistemas agroflorestais (SAF) e também sobre as tecnologias sociais do P1MC e P1+2 que garante às famílias o acesso à primeira água (utilizada para o consumo humano) e a segunda água (utilizada na produção de alimentos). Damião Santos da equipe do Seapac explicou na chegada dos estudantes a origem e um breve histórico dos trabalhos executados pelo Seapac - atualmente a instituição realiza o acompanhamento de mais de 30 famílias na região de Serra Verde.


Professor "Nino" recebeu em seu sítio os estudantes e pode falar um pouco sobre as PANCS. (FOTO: Caio Barbosa)

Em seguida os estudantes tiveram a oportunidade de fazer uma visita guiada dentro da propriedade do professor José Francisco Lopes (Nino) - ele é um dos acompanhados pelo Seapac na comunidade - atualmente ele desenvolve um sistema de SAF e também já tem instaladas as cisternas (P1MC e P1+2) que o ajudam na sua produção agroecológica. O professor Nino conversou com os estudantes e apresentou um pouco da sua história e da diversidade produtiva do seu território, em especial as PANCS - Plantas Alimentícias Não Convencionais. Além disso, Damião Santos explicou como funciona o sistema integrado das cisternas que foram instaladas no sítio do professor.


Em uma segunda visita, os estudantes da Facisa/UFRN tiveram a oportunidade de conhecer o quintal produtivo de dona Francisca Pereira (Tica), ela falou um pouco sobre a sua produção de frutas, verduras e hortaliças que já recebem irrigação direta do sistema de cisternas P1MC e P1+2 - que significa o acesso, armazenamento e o uso da tanto para consumo, como também para produção de alimentos. Durante a conversa com os estudantes, dona Tica, informou que antes da instalação da tecnologia social em seu quintal ela tinha uma produção mínima de alguns alimentos, mas hoje - com muito orgulho - ela mostra a diversidade e a qualidade dos alimentos, colhidos ali, no quintal da sua casa.


Damião Santos do Seapac durante explicação do sistema integrado do P1MC e P1+2. (FOTO; Caio Barbosa)

O intercâmbio comunitário é uma parceria que foi construída com o curso de Nutrição da Facisa/UFRN por intermédio da professora Lígia Garcia, oferecendo a possibilidade dos estudantes terem o conhecimento prático e vivenciar as experiências do campesinato local, além de também fortalecer a defesa do direito à Segurança Alimentar.


30 visualizações0 comentário