Estoques na bacia Pancó-Piranhas-Açu dão segurança hídrica a potiguares e paraibanos


Rio Piranhas em 2020 (Foto: José Procópio de Lucena)

Relatório publicado pela Agência Executiva de Gestão de Águas da Paraíba (AESA), nesta sexta-feira, 17 de abril, apresenta situação bem confortável em relação à segurança hídrica para aquele estado e parte do Rio Grande do Norte incluída na Bacia Hidrográfica Piancó-Piranhas-açu. Os números a seguir foram coletados do relatório publicado no site http://www.aesa.pb.gov.br/, da Agência.


Os reservatórios abaixo fazem parte da bacia. A situação dos reservatórios paraibanos, junto com a dos potiguares, principalmente a Armando Ribeiro Gonçalves, dão segurança hídrica às duas regiões dos Estados banhadas pela Bacia Piancó-Piranhas-Açu. Atualmente, a barragem Armando Ribeiro, com capacidade para estocar até 2,37 bilhões de metros cúbicos, está represando 815.423.127 m³, o que corresponde a 34,36% do seu volume máximo.


O Coremas, com capacidade para acumular 744.144.694 m³, está atualmente com 294.238.219 m³, que corresponde a 39,54% da capacidade. O Mãe d’Água, com capacidade para acumular 545.017.499 m³, está com 207.209.337 m³, o que corresponde a 38,02% da capacidade. Engenheiro Ávidos, com capacidade para estocar 293.637.376 m³, está com 129.725.219 m³, correspondentes a 44,18% da capacidade. E o São Gonçalo, com capacidade para estocar 40.582.277 m³, está com 40.384.137 m³, correspondentes a 99,51% da capacidade.

Fonte: http://www.aesa.pb.gov.br/

0 visualização
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN