Comissão recomenda o fim do uso do carvão na Alemanha até 2038


Atualmente o carvão representa mais de um terço da produção de energia elétrica na Alemanha. (AFP)

A Alemanha deve deixar de produzir energia elétrica a partir do carvão no mais tardar em 2038, segundo o plano elaborado por uma comissão designada pelo governo. A transição custará quase 80 bilhões de euros (91,2 bilhões de dólares). Metade do valor será utilizado para ajudar as regiões afetadas do oeste e leste do país e o restante para evitar a disparada do preço da energia elétrica.


O acordo foi alcançado depois de meses de negociações árduas e uma última sessão de quase 24 horas, que terminou na manhã de sábado, 26 de janeiro. A comissão é integrada por especialistas, representantes de empresas e trabalhadores do setor, além de ONGs de defesa do meio ambiente. O governo alemão tem a última palavra, mas tudo parece indicar que seguirá as recomendações da comissão criada pelo próprio Executivo.


A retirada do carvão acontecerá de forma progressiva e a última central deve fechar no mais tardar em 2038, mas a comissão não descarta antecipar a data para 2035 caso as condições permitam. Atualmente o carvão representa mais de um terço da produção de energia elétrica na Alemanha, contra apenas 3% na França. É o que impede a Alemanha de alcançar as metas de redução de emissões poluentes.

Fonte: www.domtotal.com

2 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN