Chuvas aumentam segurança hídrica no RN


Açude Encanto, um dos que sangraram (Foto: Felipe Alecrim, IGARN)

O relatório da situação volumétrica dos principais reservatórios do Rio Grande do Norte, divulgado na segunda-feira (8), aponta que a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, principal reservatório do Estado, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, teve um acréscimo de 125.104.000 metros cúbicos no seu volume. No dia 1º de abril o reservatório tinha 551.616.000m³ e no dia primeiro aumentou para 676.720.000m³. Em termos percentuais, esse volume corresponde a 28,20% da capacidade total.


Dos 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (IGARN), 8 permanecem em volume morto, o que corresponde a 17,02% dos mananciais monitorados. Já os açudes que permanecem secos são 6, o correspondente a 12,76% dos reservatórios monitorados. Em um comparativo com o mesmo dia 8 de abril de 2018, os mananciais em volume morto eram 15, o que correspondia a 31,91% dos açudes do Estado. Já os secos eram 6, percentualmente, 12,76% dos reservatórios monitorados.


Apesar do número de reservatórios secos e em volume morto se manter o mesmo desde o último relatório do dia 1º, os volumes dos mananciais permanecem subindo. A Bacia Apodi/Mossoró está com 341.069.286 metros cúbicos, o que corresponde a 30,52% da sua capacidade hídrica superficial total. Já a Bacia Piranhas/Assú está com 851.390.446 m³, 28,70% do seu volume total superficial. As reservas hídricas superficiais totais do Estado somam 1.241.643.049 m³, percentualmente, 28,14% dos 4,411 bilhões de metros cúbicos que conseguem armazenar.


Dos reservatórios monitorados, 5 já sangraram: Beldroega, em Paraú; Mendubim, em Assú; Pataxó, em Ipanguaçu; Encanto, localizado em Encanto; e Riacho da Cruz II, em Riacho da Cruz. Outros reservatórios já passam dos 70% de volume acumulado: Marcelino Vieira, com 90%; Rodeador, em Umarizal, com 82%; Apanha Peixe, em Caraúbas, com 73%; e Santo Antônio de Caraúbas, também com 73%.

Fonte: www.igarn.rn.gov.br

5 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud

Contato

Telefone: (84) 3211-4491

E-mail: seapac.estadual@seapac.org.br

Endereço

Cep: 59065-290

Rua Trajano Murta, 3317 – Candelária, Natal-RN

Links Rápidos

©2018 por S.talk. Todos os direitos reservados SEAPAC-RN