Açude Dourado sangra depois de 9 anos


Sangria do açude Dourado, de Currais Novos (Foto: José Procópio de Lucena)

“Depois das fortes chuvas no município de Currais Novos, região Seridó do Rio Grande do Norte, o Açude Dourado, daquela cidade, saiu de 1,71% de sua capacidade hídrica para transbordamento, em apenas cinco dias”. A informação é do Articulador Estadual do Seapac e membro da diretoria do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu, Agrônomo José Procópio de Lucena. A última vez que o açude Dourado havia sangrado foi em 2011, há 9 anos.


A capacidade total do Açude Dourado é de 10.321.600 m³. Essa água que está transbordando segue em direção ao Açude Gargalheira, que já recebeu boa recarga neste ano, depois de ficar seco. A sangria do açude Dourado se transforma em momento de fé, alegria e festa popular, em Currais Novos. Muitas pessoas se deslocaram até o açude para ver o transbordamento pelo sangradouro do reservatório.

18 visualizações0 comentário