7ª oficina com os Jovens Multiplicadores da Agroecologia aconteceu ontem



Na última quarta-feira, dia 17 de fevereiro, aconteceu a 7ª oficina, de maneira virtual, com os Jovens Multiplicadores da Agroecologia. Dessa vez, a facilitação ficou com as alunas do curso de psicologia da Faculdade de Ciência da Saúde do Trairi (FACISA-UFRN), sob orientação da professora Fernanda Gurgel. As temáticas abordadas no curso foram pautadas na juventude e as implicações do isolamento social, onde as facilitadoras socializaram suas experiências com os alunos, que fizeram o mesmo, desenvolvendo assim um diálogo entre eles sobre o que ocorreu desde o início da pandemia até o momento presente.


Dentre as atividades realizadas pelos jovens estão: estudar, trabalhar, planejar o futuro, cuidar da casa e plantas, uso da máscara e álcool em gel, não assistir televisão, entre outras. Muitos deles, também destacaram o aumento do uso de aparelhos eletrônicos e sentimentos de solidão. Ao todo, a formação contará com 10 oficinas, ou seja, restam mais 3 encontros, que estão previstos para os meses de março, abril e maio do corrente ano. O objetivo é formar grupos de jovens multiplicadores das práticas de produção de alimentos dentro dos princípios da agroecologia.

Tanto na região Trairi quanto no Alto Oeste, o Seapac acompanha famílias que trabalham dentro dos princípios da agroecologia, produzindo alimentos saudáveis em seus quintais produtivos. No Alto Oeste, existe um grupo de famílias certificadas como “Produtores Orgânicos” e comercializam os produtos em feiras agroecológicas. Na região Trairi, o Seapac trabalha no sentido de organizar feiras agroecológicas para que famílias das UPFs (Unidades Produtivas Familiares) possam comercializar os seus produtos. Os jovens do Trairi que participaram da formação agroecológica vão colaborar com as suas respectivas famílias na produção de alimentos de base agroecológica.

6 visualizações0 comentário